quinta-feira, 12 de março de 2009

Nostálgico


Rarefeito ar ao redor, a cabeça baixa, tenta respirar. As palavras somem, sem fala. Esqueça! Passado morto, calou-se no silêncio, respirou as frases curtas, um retalho, o melhor travesseiro, lapso cáustico, alucinações, toalha molhada no banheiro.

Um comentário:

Amanda Goulart: Jornalismo em tempo real disse...

Uma toalha molhada no banheiro pode significar muitas coisas.
Há muitos pensamentos ambíguos, mas para mim o silêncio é sábio.
Num longo silêncio se esconde milhares de explicações.
Lindíssimo poetisa, como sempre né?