domingo, 8 de março de 2009

Jogo?

Quando não encontram as respostas, procuram jogar a culpa
por sua falta de capacidade naquilo ou naqueles mais próximos,
Não quero justificar ninguém, no entanto, observe aquele
desespero agudo, aquela loucura, aquele filme que passa
em sua mente, gritando pelas partes não compreendidas,
pelos códigos criptografados.
O melhor desses atos é quando você é o personagem
principal, quando você guarda todos os segredos,
ou é apenas um culpado jogando com as crenças e necessidades
absurdas de um outro.
A vida é um jogo, com aspectos idênticos à todos os outros,
no qual não importam as diferenças, todos exercem seus papéis,
e podem fazer de tudo, podem até mudar o final,
bastando para isso seguir sempre em frente e ultrapassar os desafios.
Não é tão difícil quando dito deste modo, mas o que me parece é que
não temos ideia contra quem devemos lutar. Brigamos com o invisível,
brigamos com nossa sombra, nos assustamos com nosso próprio
reflexo no espelho, pensamos ser perseguidos, julgados, e realmente somos,
e na maior parte dessas vezes,
é por nós mesmos!

5 comentários:

Gabriela Domiciano disse...

Um jogo! Infelizmente, preferia que não fosse!!

=(

darsh. disse...

ai meu deus
tenho medo de mim agora

JWJ disse...

Ragazzia... aquele comentário que deixou no BLOG DEVANEIOS... "Pudera eu ter um singelo momento"... vc quem escreveu isso?

Marcela' disse...

Nossa, não vou dizer nada, para não estragar suas palvras! Adorei esse post!
Baci, Nay.

Arpeggi disse...

A vida é um jogo que jogamos contra nós mesmos e de um jeito ou de outro, sempre perdemos!

bjos! E obrigado por acompanhar nosso blog!