quinta-feira, 14 de janeiro de 2010

A Última Cerveja

Hoje o dia amanheceu mais cinza que antigamente,
a vida iniciou um novo curso.
Ela se olhou no espelho e viu sua face rubra, seu olhar vago e seu falso sorriso.
Tentou abrir os braços em frente à ele, relembrou todos os bons momentos passados.
Não sabia como reconstruir tudo, sabia apenas da necessidade de continuar a vida. Não esperaria por sua mudança, ela teria que fazer tudo à seu modo.
Seu sorriso se enegreceu quando lembrou da falta que ele faria e de sua presença ausente que se encontrava em sua casa.
Veio a tarde quente, a brisa em sua face, seu pensamento voando longe.
Um último olhar, uma última viagem.
Ela encontrava-o naquela estrada, vagando com a vida no tempo, ao seu lado o silêncio e a incerteza de um futuro. No copo, o último gole de um momento que não era mais seu.
Agora restou à ela as lembranças de tudo o que foram, a certeza de que tudo passa, de que a vida segue seu curso e de que um dia eles dobrarão a mesma esquina!

3 comentários:

Lumenamena disse...

Muito bom teu blog.
Leio teus textos e deixo-me mergulhar na tua escrita, é como um sonho.
Parabéns!

Abraços,
Lumena

meus instantes e momentos disse...

que bom vir ao teu blog. Bem escrito, bom de ler.
Eu gosto daqui.
Maurizio

Sandokan disse...

Às vezes é preciso abanar a árvore da existência para caírem as folhas velhas. Talvez seja por isso que eu não quero saber quem pintou o céu de azul, mas eu quero é o resto da tinta, porque nós podemos matar o tempo, mas é sempre ele que nos enterra.
Gostei muito de vir aqui visitar o teu belo espaço. No carácter, na conduta, no estilo, em todas as coisas, a simplicidade é a suprema virtude. O destino une e separa pessoas. Mas nenhuma força é tão grande para fazer esquecer pessoas, que por algum motivo um dia nos fizeram feliz!
Nunca desistas dos teus sonhos… e nunca os deixes para trás. Encontra-os, torna-os próprios e durante toda a tua vida tem muito carinho por eles e nunca os deixes partir. Necessitas de muita dedicação para realizares os teus sonhos, porque eles não se realizam por magia dado que a magia é pura ilusão – o alimento dos perdedores - que nunca te vai tirar do lugar onde te encontras.
BOA SEMANA!