quinta-feira, 28 de abril de 2011

Crise da Meia Idade

Às vezes eu fujo...
Fujo mesmo, quem nunca fugiu?
Diante de tantas tempestades desabando, dá mesmo vontade de fugir.
Eu falo assim, mas estou sempre aqui, no mesmo lugar.
Escuto as mesmas lamurias: as minhas e as dos outros.
Tenho que resolver também problemas que não são meus, ir à festas que não são minhas, escutar ladainhas, sorrir quando não quero, fazer favores para os amigos dos meus "amigos" e também para os não amigos.
São as relações encadeadas.
São os laços desordenados, as palavras engolidas e outras vomitadas.
São as crises de amores e desafetos.
A poesia e o verso.
Sou eu e são eles, não existe "ou" e nem meio termo.
É um fato simplório, são fatos multiplicados.
Eu tento ser só um.
Queria ser apenas mais um.
Mas tenho que me fazer em pedaços para olhar para todos os lados.
Tenho que fazer todos felizes, resolver todos os casos.
Mas enfim, isso já não importa.
O tempo se esgota aos poucos.
À cada suspiro sinto o peso dos anos, as mãos que murcham, a luz se apagando.
Vou ficando cego no peito e surdo na mente.
Cada pedaço definhando.
Não aguento mais ouvir tantos sussurros!
Que a luz se apague e que no fim restem apenas as boas lembranças, se é que elas existiram.

6 comentários:

GrandeR@O disse...

Oh, tu não faz só poesia, tu faz letra de música, cadê esses caras que não musicalizam isso? cara eu realmente gosto quando eu venho aqui!

rama disse...

Obrigadão pelo comment ! :)
Isto aqui está lindo ! Parabéns :)

A.S. disse...

Nayara,


Não creio que existe crise na meia idade! Existe sim outra outra de ver e sentir mais madura e intensa, o que permite desfrutar plenamente todos os mais belos momentos!
Haverá certamente quem não esteja dentro desta realidade... mas crise, posso assegurar que não existe... bem pelo contrário!


Beijos!
AL

Andréia Regina disse...

Caraleoooooo!
sem palavras, sem palavras pra toda essa verdade que despejou aí.

Genny Xavier disse...

Nayara,

As crises são nescessárias à todas as idades...revelam quem somos e o que desejamos...revelam o que não queremos ser e tudo aquilo que rejeitamos na vida...além daquilo que dói e fere, as crises são estados que nos põe na dimensão da mudança...
Beijos,
Genny

Amanda Lemos disse...

Gostei bastante do Blog.
Muito interessante !

É bom ver a cada dia que passa mais originalidade nessa "blogosfera". :)

Deixo o meu aqui caso queira dar uma olhada, seguir..;
http://bolgdoano.blogspot.com/

Muito Obrigada, desde já !