quarta-feira, 30 de dezembro de 2009

Depois da Tempestade

A vida segue de maneira trágica
Com falsos sorrisos,
apertos de mão e tapinhas no ombro.
Ouço tantos gritos,
lembro-me de cada detalhe.
Não dá para esquecer nenhuma cena dessa novela
Nenhuma peça desse cenário.
Personagens desfigurados,
gélidos.
Lembro-me da chuva pesada caindo,
esmagando, devorando tudo,
chorando pedras de gelo.
O barulho ensurdecedor dos carros,
as sirenes.
As pedras gemendo.
Uma despedida precoce.
Um adeus ou um até logo.
Vida nova.

Um comentário:

Taynara.Tah disse...

Os espectadores seguem suas vidas como se a peça nunca tivesse acontecido
Daqui à algum tempo,
talvez,
só os protagonistas se lembrarão da dor da despedida.

Nova vida,
novos papéis
mesmo cenário.
Que seja repleto de poesia e cores!